Acervo Espírita

 

    A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z 

ESTILO

Baião (2)
Blues (5)
Chorinho (3)
Coral (84)
Dance (12)
Evangelização (309)
Hard Rock (1)
Hino (28)
Infantil (18)
Lenta (741)
Mocidade (187)
MPB (203)
Pop (289)
Prece (44)
Reggae (15)
Regional (1)
Rock (86)
Rock Erudito (5)
Samba (14)
Xote (1)

Atualizações
Sobre o Acervo

FORMULÁRIOS

Incluir músicas
Autorizar músicas


Imagem, A

COMPOSITOR: Wanyr Caccia

ÁLBUM: Ímago - Na Luz do Firmamento, 2008

Mais manso que ovelhas nos prados selvagens
Mais triste que o entardecer
Sereno qual brisa dos mares
Mais doce que o pólen das flores
Imenso como o espaço infinito
Radiante qual luz do luar
Mais forte que um vulcão ativo
Alcança onde quiser chegar
Da vida e da morte diz toda verdade
Certezas, caminhos de luz
Quem nunca ouviu basta buscar a verdade
Na estrela que brilha mais alto, no céu
Onde vai, vento errante?
Onde vai, nuvem branca?
Promessas perdidas, lições esquecidas
Renascem, mais fortes, em outro lugar
O tempo não percebe o tempo que passa
Sem ter tempo para parar
E elevar os olhos bem alto
Tentar nova vida encontrar
Pequenas sementes transformam-se em árvores
Se houver um sol à brilhar
Quem nunca ouviu basta saber da verdade
Do amor a emanar do mais alto do céu
Onde vai, vento errante
Onde vai, nuvem branca
Alguns homens são como altas montanhas
Só vistos de longe se fazem temer
Onde vai? (...)

Você tem a cifra? Envie para acervoespirita@gmail.com

áudio demo