Acervo Espírita

 

    A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z 

ESTILO

Baião (2)
Blues (5)
Chorinho (3)
Coral (84)
Dance (12)
Evangelização (309)
Hard Rock (1)
Hino (28)
Infantil (18)
Lenta (741)
Mocidade (187)
MPB (203)
Pop (289)
Prece (44)
Reggae (15)
Regional (1)
Rock (86)
Rock Erudito (5)
Samba (14)
Xote (1)

Atualizações
Sobre o Acervo

FORMULÁRIOS

Incluir músicas
Autorizar músicas


Brinque à Moda Antiga

COMPOSITOR: Marcelo Cláudio

Você ainda consegue brincar de passa anel?
Ou por um fio ser um sureco no céu?
Acreditar com fé no bom Papai Noel
E todo se entregar a uma colher de mel?

Você ainda sabe ir lá no tororó?
E sem se chatear, sentir gosto de pó?
De como é gostoso um bom colo de vó,
Ao ver morrer o sol também morrer de dó?

Põe compassadamente aqui o seu pezinho
E faça de jiló uma vaca e um boizinho
Num esqueça de brincar de muito chicotinho,
Que estátua não pode mexer nem um pouquinho

Jogue bentiautas, corra do buscapé,
Brinque de casinha e na berlinda tenha fé
Do inferno vá ao céu só pulando maré,
Dispute quem tem o maior bicho-de-pé

(Refrão)
Se você já se esqueceu, faça força pra lembrar,
Pois isso em você é o melhor que há
Esqueça a agitação, a dor no coração
E volte a ser criança, vá aproveitar!

Confira bem a cama no dia seguinte
Em que pular fogueira uma vez ou vinte
Cante com a piorra, jogue o pião,
E as cinco marias segure nas mãos

Um anel de diamante faça do jatobá
Com os dentes amarelos depois vá desfilar
Tem que ter atenção para na corda entrar
Ser cobra-cega é ruim, pois custa a pegar

Procure aquele trevo comendo azedinha
De longe no bolão acerte com a bolinha
Cuidado com o papão ao jogar figurinha,
Veja se tá crescendo pulando alturinha

Transforme a vassoura num cavalo branco,
Que se chama corisco, faísca ou relâmpago
Salve a princesa da bruxa malvada
Com ela vá morar na floresta encantada

Esqueça o seu medo do bicho-papão,
Da mula sem cabeça e de assombração
O boi da cara preta não é triste não,
Não entre nessa onda é pura invenção

Se um medo o fizer sentir frio na pança,
O melhor mesmo então é voltar a ser criança
Prá lembrar que ao cair de cara no chão
Sempre se levantou com suas próprias mãos

áudio oficial